Categorias
Faísca Mental Outros

Sua vida em semanas | Faísca Mental6 min leitura

Como gerenciar aqueles projetos que não tem prazo de término definidos por outra pessoa? A resposta pode estar na separação da sua vida em semanas.

Estava escutando novamente (sem lembrar que já tinha escutado) o Tim Ferris entrevistando o Tim Urban e aproveitei para revisitar o ótimo TED Talk ‘Por dentro da mente de um mestre na procrastinação‘. No final desta última palestra, o Tim (Urban) mostra uma imagem que contem vários quadradinhos, um para cada semana da vida de uma pessoa de 90 anos.

A ideia de fazer de ter visível esse “checklist de semanas vividas”, é ajudar os procrastinadores as pessoas a terem um visão global do tempo limitado que temos e assim acordar “O monstro do pânico” (The Panic Monster) para aqueles projetos que aparentemente não tem uma data limite de entrega. Este monstro, surge apenas quando estamos perto do prazo de entrega de alguma coisa e é responsável por conseguirmos manter um foco absurdo para finalizar as tarefas na última hora.

Um bom exemplo de um projeto sem esse prazo fixo é este próprio post e todos os outros que ainda estão como rascunho (para ser mais exato 138 enquanto estou escrevendo). Não tem ninguém cobrando para finalizá-los, o pagamento dos meus boletos não depende deles (mas aceito propostas) e aparentemente nada de ruim vai acontecer se eu não fizer nada (além dos visitantes desse blog ficarem frustrados).

Imagem do post original do Tim Urban

Diferente das outras vezes que assisti o vídeo, a ideia desse calendário ficou plantada na minha cabeça. Durante o que era para ser um power nap, mas acabou sendo uma divagação sem fim, fiquei pensando que na primeira vez que eu for imprimi-lo, vai ser muito chato ter que ficar preenchendo todos os quadrados das semanas que já haviam passado. Seria mais prático se tivesse uma versão interativa, onde eu colocasse a minha data de nascimento e o computador fizesse todo o trabalho.

(Enquanto estava escrevendo sobre o que aconteceu, caiu a ficha que talvez a atividade inicial de preencher manualmente esses quadrados faz justamente parte do processo de perceber quanto tempo já se passou. Mas por motivos narrativos, vamos deixar essa percepção de lado.)

Comecei então a viajar em como poderia estruturar a programação de um software para fazer isso, adicionando algumas opções de configurações como o ano final (na palestra é 90). A partir deste número, o sistema deveria adaptar o tamanho dos quadrados para ficar visualmente agradável e caber em uma folha A4. Até aí tudo bem, mas imaginei que haveria um ou outro usuário (espertão) que iria adicionar um número muito pequeno e que o sistema deveria se adaptar para esses casos. Como otimizá-lo para que não fosse preciso fazer todos os cálculos dos tamanhos dos quadrados? Minha mente continuou divagando.

Ei! Na verdade, esse número pequeno poderia ser até um caso super interessante! E poderia ser utilizado para projetos menores, como por exemplo: tenho sete semanas para entregar um trabalho, então ganho uma folha com o nome do projeto em cima e sete caixas. Isso seria uma ferramenta ótima de trabalho! Seria uma versão super simplificada dos sprints.

Quando vi que estava começando a entregar no buraco negro das possibilidades possíveis, decidi parar e fazer a coisa mais sensata: pesquisar na internet para ver se alguém já tinha feito algo parecido. Como o artigo original foi publicado em 2014, já haviam passados cinco anos para outras pessoas criarem algo em cima da ideia do texto. E várias pessoas fizeram isso! Separei abaixo os mais legais que encontrei e que são gratuitos.

Site: Life in weeks

Captura de tela do site Life in Weeks
Tela do site Life in Weeks

Criado como um projeto pessoal do Sverrir Sigmundarson, um consultor independente de desenvolvimento de software que vive na França (palavras dele), este foi de longe um dos que mais gostei. Você acessa um site que possui várias configurações, das mais simples como gênero e país onde você nasceu (para calcular sua expectativa de vida), para as mais detalhadas com as idades onde você estudou (ensino primário, secundário, …), trabalhou e vai se aposentar. E ele organiza tudo isso em cores automaticamente para você! Infelizmente o site não é adaptado para dispositivos móveis.

Na barra lateral também tem um funcionalidade curiosa, lá está localizada uma lista com o nome de algumas celebridades, que quando clicadas marca o quadrado correspondente a semana que ela morreu. Abaixo desses nomes tem um link para uma página chamada Mortes de celebridades organizadas por idade [Celebrity Deaths Sorted By Age], criado pelo Idris Mercer. Fiquei rindo ao ver que ele deixa bem claro o seu receio por criar este projeto e que seu conteúdo não representa a universidade ou o departamento de matemática onde ele trabalha. Melhor não se arriscar, né!?!

Aplicativo: Life Calendar – Your life in weeks

Como quase para tudo tem um aplicativo para celular, é claro que não poderia faltar um com esta ideia. Na verdade, encontrei vários deles e muitos eram pagos, super simples (como o Calendário Life) ou faziam a bizarra pergunta “escolha a data da sua morte” (como o Life Countdown Timer), que preferi não responder.

Um dos que testei e mais gostei foi o Life Calendar, criado pelo desenvolvedor Amr Kafina, que disponibiliza o essencial das suas funcionalidades na versão gratuita e alguns extras para quiser pagar.

Ao iniciar o aplicativo pela primeira vez (no iOS) ele perguntou o ano que nasci, logo depois deu algumas informações baseadas nela (ex: nasci numa segunda) e trouxe algumas reflexões sobre a vida e porque o aplicativo foi criado. Se eu quisesse poderia pular tudo isso e ir logo para o “calendário”. Para cada semana é possível adicionar uma nota e marcadores. Uma funcionalidade legal é que você pode facilmente compartilhar uma imagem completa do seu calendário de semanas.

Pena que o Amr está focando mais versão iOS e a do Android está bem desatualizada. Ela por exemplo ainda exige que se tenha uma conta gratuita no aplicativo para utilizá-lo, requisito que não gosto.

Versão impressa

O próprio Tim Urban comercializa no site dele um versão impressa do ‘sua vida em semanas’, em um formato bem grande para pode escrever um pouco dentro de cada quadrado. Tem outras pessoas que fizeram produtos parecido, mas eu sugiro comprar do autor da ideia original.

Outras alternativas

Se você conhecer outros sites ou aplicativos legais para montar o seu próprio calendário de semanas, escreva nos comentários abaixo.

Esta é a sua vida e está terminando um bloco por semana.

Tyler Durden Daniel Kossmann

Por Daniel Kossmann Ferraz

Daniel Kossmann Ferraz é graduado em Ciência Magia da Computação pela UFPR e (in)formado em jornalismo cultural, desenho e tradução pela Universidade Kósmica, tendo obtido com louvor o título de Kosmonauta. Nas horas vagas, gosta de viajar para universos paralelos.
Se você gostou dos meus textos, me ajude a escrever mais.

Você tem algo construtivo sobre este texto para dizer? Então comente abaixo